RESPUBLICA EUROPEIA

Direito Comunitário e Assuntos Europeus. Por João Pedro Dias

849.300.000.000,00 € (849,3 mil milhões de euros) …

leave a comment »

849.300.000.000,00 € (849,3 mil milhões de euros) …… eis o número mágico da discórdia. Traduz o valor global da última proposta de orçamento plurianual para a União Europeia para o período 2007/2013, hoje apresentada pelo governo do Reino Unido, presidente de turno da União, e de imediato rejeitado, quase unanimemente, pelos restantes Estados membros e declarado «insuficiente» por um Presidente da Comissão Europeia que se disse «desiludido» com a proposta britânica. Em termos meramente comparativos, significa um aumento real de 2,3 mil milhões de euros relativamente à última proposta apresentada na semana passada pelo governo de Londres. Em termos relativos representa 1,03% do PIB dos 25 Estados membros da União: bastante em termos absolutos, eventualmente pouco para fazer face às necessidades de uma União Europeia alargada, às ambições políticas da uma Comissão Europeia desejosa de aprofundar algumas áreas das políticas comunitárias, nomeadamente as que emergem directamente do último alargamento. Talvez por isso mesmo se perceba e se compreenda que, de entre os mais céleres a criticarem a proposta britânica, nos tenha surgido um dos Estados do alargamento: a Polónia que logo se disse disposta a vetar este documento. Não será necessário prsumir muito para suspeitar que outras idênticas reacções poderão surgir. Parte, assim, a cimeira de amanhã do Conselho Europeu de uma má base negocial que obrigará a duras e difícies negociações antes de lograr alcançar qualquer eventual acordo. A fasquia subiu muito e Tony Blair terá de ser deveras persuasivo se pretender obter um êxito político da Cimeira de Bruxelas. Sobretudo sabendo-se, como se sabe, que a União Europeia necessita de uma profunda rrestruturação orçamental, que essa reestruturação nunca se poderá fazer sem tocar numa anquilosada política agrícola comum que tem a França como principal beneficiária e que, pelas razões consabidas, Blair será, provavelmente, a última pessoa á face da terra com condições para obter quaisquer cedências do Presidente Jacques Chirac. Anunciam-se, assim, tempos de borrasca para os céus de Bruxelas.
Anúncios

Written by Joao Pedro Dias

14 Dezembro 2005 às 8:54 pm

Publicado em Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s